ALIMENTO DE ORIGEM: Aproximando o consumidor do produtor

ALIMENTO DE ORIGEM: Aproximando o consumidor do produtor

As feiras são conhecidas como uma das mais antigas e tradicionais formas de comercialização existentes na sociedade. Atualmente, ainda são reconhecidas tanto pelo produtor rural, quanto pelo consumidor, como indispensável forma de comercialização entre estes. O valor social que a feira apresenta é evidente, nela o relacionamento entre o sujeito que produz e aquele que consome o alimento é estreitado de modo que se estabelece, muitas vezes, um vínculo de confiança e amizade entre estes.

Para os agricultores, a feira é um canal ímpar, já que existem poucas formas de comercialização em que o produtor atua como o único intermediário entre o alimento produzido e consumidor final, além disso, também funciona como uma forma de garantir receita frequente que para a maioria dos feirantes, é uma das principais fontes de lucro da família.

Já para os consumidores, a feira representa não só a aquisição de produtos frescos e de qualidade, mas também a possibilidade de ter um vínculo com o alimento e com quem o produz. O aumento da confiabilidade do consumidor na qualidade do produto que consome é resultado disso, aumentando também a seguridade nestes alimentos.

Os dados apresentados estão descritos em um estudo realizado pela Universidade Federal de Santa Maria – Campus Frederico Westphalen sobre a feira do produtor do município, onde afirma que 8 em cada 10 consumidores hortifrutigranjeiros frequentam a feira por avaliar que a qualidade e o frescor dos produtos é superior em comparação aos demais pontos de venda da cidade.

Não é segredo que, uma alimentação repleta de frutas, verduras, legumes e outros alimentos naturais traz inúmeros benefícios para a saúde. No entanto, há sempre algumas dúvidas quanto a qualidade, forma de produção e procedência do alimento consumido. A plataforma alimento de origem surge com o intuito de responder as perguntas que possam surgir, tanto ao consumidor quanto ao produtor. Nela você encontra ferramentas que, quando usadas em conjunto, ganham papel estratégico para ambos.

O sistema (saiba mais em https://alimentodeorigem.com.br/) foi desenvolvido através de pesquisas envolvendo a realidade dos Agricultores, Agroindústrias e Cooperativas Familiares, transformando as operações de registro das atividades em uma plataforma que oferece esses serviços de maneira digital, permitindo acesso instantâneo por parte do consumidor às informações de origem do produto comercializado e a fiscalização pelos órgãos competentes. Também possibilita a formalização de agroindústrias e a rastreabilidade de produtos vegetais, com auxílio técnico especializado para o suporte no cumprimento da legislação, garantindo a sua diferenciação no mercado. A partir da utilização da plataforma Alimento de Origem surge o acesso a uma série de vantagens como Código QR-Code, que possibilita o registro e acesso às informações do produto, de APP móvel acessível para técnicos/fiscais e consumidores, Sistema de Inspeção Municipal e vitrine virtual de produtos.

A agência de Desenvolvimento do Alto Médio Uruguai - ADMAU e a Universidade Federal de Santa Maria – campus FW apresenta a plataforma como uma alternativa, não só de adequação legislativa ao produtor, mas também como uma canal comercial e social mais estreito entre o consumidor e o agricultor. O registro detalhado da produção de alimentos comercializados em caderno de campo dará maior praticidade ao produtor e ao responsável técnico pela produção, irá agilizar e desburocratizar o trabalho da fiscalização e ainda dará a opção ao consumidor de acessar dados sobre as características do produto, garantindo uma comercialização segura e um produto de qualidade.

Jaciara Vidor Dezordi

Graduanda do curso de Agronomia da Universidade Federal de Santa Maria - Campus Frederico Westphalen

Sabrine Dellarmelin

Engª Agrônoma formada pela Universidade Federal de Santa Maria - Campus Frederico Westphalen

Fotos

Vídeos

Vídeo Institucional da Plataforma Alimento de Origem

Vídeo Institucional da Plataforma Alimento de Origem

Data: 10/04/2019